Projeto Coração Valente

Aos Odontologistas

Aos odontologistas da Rede Pública

Anjinho Tom
Anjinho Tom

Orientação aos dentistas da rede pública de saúde para atendimento prioritário as crianças portadoras de cardiopatias, com acompanhamento e prevenção semestral.

Profilaxia da Endocardite Infecciosa

A endocardite infecciosa é uma complicação, com importante morbidade e mortalidade, que pode ocorre em paciente portadores de alterações anatômicas do coração que apresentam episódios de bacteremia.
Os procedimentos odontológicos apresentam as maiores taxas de bacteremia, a extração dentária com 88% (60-90) e a cirurgia periodontal 60% (18-85).
Pacientes de alto risco para endocardite: Portadores de próteses cardíacas valvulares, disfunção valvular, história de endocardite prévia,portadores de cardiopatias congênitas.
Procedimentos que necessitam profilaxia:
-Exodontia
-Procedimento endodônticos
-Profilaxia e limpeza que causem sangramento gengival
Procedimentos que não necessitam profilaxia:
-Ajuste de aparelhos ortodônticos
-Restaurações dentárias superficiais (acima da linha da gengiva)
Esquemas de profilaxia :
Adultos: Amoxacilina 2g, via oral 1 hora antes do procedimento.
Crianças: Amoxacilina  50mg/Kg (a dose não pode exceder a dose do adulto), via oral 1 hora antes do procedimento.
Pacientes com alergia a penicilina:
Adultos: Cefalexina 2g, via oral 1 hora antes do procedimento.
Crianças: Cefalexina 50mg/Kg (não deve exceder a dose do adulto), via oral 1 hora antes do procedimento.

CV_LOGOANI